007 no Canadá

Ao dar uma vista de olhos pelo site do Camp-X do Canadá verifiquei que nele se publica um post pelo qual se sugere que o nome de James Bond pode ter tido origem naquele Campo, quando da visita do seu criador, Ian Lancaster Fleming.
Segundo esta versão, quando Fleming que então trabalhava nos serviços de informações da Marinha, foi convidado por William Stephenson [mais conhecido como «Intrepid»], para observar e participar no Syllabus, a acção de treino na guerra subversiva levada a cabo pelos homens do SOE em STS 103 (Campo X), ao deslocar-se todos os dias do local da sua hospedagem para o dito campo, confortavelmente conduzido por um chauffeur posto à sua disposição, topava com um visível painel a anunciar a «Saint James Bond United Church».
Talvez seja assim. Mas se o for, esta tese deita por terra uma outra segundo a qual Fleming inspirou-se no nome quando, já retirado dos serviços secretos e residente na Jamaica, na sua mansão «Golden Eye», ali encontrou um livro do conhecido ornitólogo americano James Bond, chamado «Birds of West Indies».