Goldfinger

Desta feita eis-me a terminar, finalmente, um livro sobre Ian Fleming, comemorativo do facto de se terem completado, em 28 de Maio, cem anos sobre o seu nascimento.
O prazo para entrega do texto à tipografia tem sido sucessivamente alterado, pelo cansaço, por outras obrigações sempre mais urgentes, pela vontade de aprimorar a prosa. Deste fim de semana não passa.
Quem lê nem imagina o trabalho que por vezes dá escrever.
Ian Fleming, inspirado em Otto Skorzeni, criou um grupo de comandos, uma unidade de assalto a que chamou 30AU. Ora sucedendo que o síbolo «au» é o do ouro, será por acaso que Auric Golfinger tem esse nome e o metal amarelo está presente praticamente em todos os livros do criador de 007?
Houvesse método alquímico de, através da pedra filosofal, eu transmutar este texto num livro já pronto, e nem hesitaria! Hermes Trimegisto me valha!