Hugh Dalton- MEW & SOE


Encontrei este recorte de jornal sobre a sua pessoa na revista Mundo Gráfico de 1941. À data preparava-se o seu extraordinário contributo para a causa aliada durante a 2ª Guerra Mundial.
Edward Hugh John Neale Dalton (Barão), teria a seu cargo o Ministério da Economia de Guerra (15 de Maio de 1940 a 22 de Fevereiro de 1942) e com isso o controlo das exportações internacionais que poderiam ser úteis ao inimigo. 
A sua relação com Portugal, protagonizadas por Sir David Eccles, não foram a princípio fáceis. Mas acabou por entender que o bloqueio à Espanha poderia conduzir Franco para a órbita do Eixo e assim, através da neutralidade portuguesa, ensaiou-se uma política de compromisso. Eccles explica-o no seu livro By Safe Hand.
Churchill confiar-lhe-ia em 16 de Julho de 1940 a direcção política do SOE [Special Operations Executive], organismo secreto incumbido das operações clandestinas, cuja acção em Portugal já detalhei em livro.
Fora autor de um livro, publicado em 1919 With British Guns in Hands, que pode ser lido aqui.
O seu espólio pode ser encontrado aqui e aqui.

Sir Ronald Campbell: apresentação de credenciais


Sir Ronald Hugh Campbell [27 Setembro de 1883 – 15 Novembro 1953] Apresentou credenciais em Lisboa em 1940 sucedendo no cargo a Sir Walford Selby. O Mundo Gráfico, revista dirigida por Artur Portela (pai), na sua edição de Janeiro de 1941 publicou a fotografia da sua saída do Palácio de Belém.
Teria papel decisivo na definição das relações anglo-britânicas. Protagonizaria momentos difíceis com o Presidente do Conselho de Ministros, Oliveira Salazar, em que por vezes a Aliança entre as duas Nações esteve em perigo.